Tudo sobre o e-ticket rodoviário

 

BP-e ou e-ticket rodoviárioAgora, como em um último estágio da modernidade, as passagens de papel estão dando lugar à passagem digital, também chamada de BP-e (bilhete de passagem eletrônico) ou e-ticket rodoviário. Uma importante evolução do mercado. Por isso decidimos reunir aqui, todas as informações necessárias sobre o e-ticket, como por exemplo o funcionamento, um breve histórico e as perguntas frequentes.

Como funciona o e-ticket?

Primeiro, vimos a modernização das frotas de ônibus intermunicipais: wi-fi, tomadas, salas de reunião, poltronas confortáveis, ônibus que poluem menos. Ar condicionado, exibição de filmes e banheiros deixaram de ser novidade e passaram a integrar o time “básico” pelos passageiros. Atualmente, as compras de passagens passaram a ser feitas online e não somente no antigo guichê da rodoviária.

Código QR
Na verdade, é mais fácil do que parece. Você já está acostumado a usar o seu smartphone ou tablet para navegar na internet, chamar o Uber e fazer compras online? Então, também vai poder usá-lo quando quiser cair na estrada.

O e-ticket rodoviário nada mais é do que a passagem de ônibus convencional, mas no formato eletrônico.

Para emitir seu e-ticket, depois de achar a melhor opção em CheckMyBus, você se cadastra no site onde você fará a compra da sua passagem. Dessa forma, você garante maior agilidade para quando for emitir um novo. Depois de feita a compra da passagem, você receberá o seu e-ticket, direto em seu e-mail.

e-ticket online

Agora é só apresentá-lo na tela do seu celular para o motorista do ônibus na hora de embarcar junto com um documento com foto!

Duas grandes vantagens são, sem dúvida, a rapidez no embarque e a ajuda ao meio ambiente. Assim, esperar na fila para comprar a passagem e amontoar um monte de papel dos bilhetes de passagem no bolso ficaram no passado!

Se você ainda está inseguro, pense que isso já funciona normalmente quando compramos um vôo pela internet. Note que as empresas de ônibus estão aderindo a esse novo modelo de embarque gradativamente.

Fique por dentro Na CheckMyBus você encontra e compara todas as rotas que já disponibilizam o sistema em um só lugar. Veja abaixo algumas:

Confira abaixo as perguntas mais frequentes sobre o tema ou nos deixe um comentário, nós estamos aqui para ajudar!

Perguntas frequentes

1. O que é o e-ticket?

O e-ticket, também chamado Bilhete de Passagem Eletrônico ou BPe, é o bilhete eletrônico que permite o embarque direto no ônibus rodoviário.

Antes dele o passageiro só poderia embarcar no ônibus com a passagem impressa pela empresa de ônibus em uma impressora fiscal, emitida no guichê da companhia de ônibus. Ou seja, o passageiro tinha que passar no guichê da empresa de ônibus para retirar a passagem.

Usando agora o e-ticket o passageiro pode imprimir a passagem em casa e embarcar direto no ônibus, facilitando a experiência do usuário.

2. Como funciona o e-ticket?

É muito simples: após a compra no site ou aplicativo da CheckMyBus e parceiros, o passageiro receberá um e-mail com a confirmação de compra e o voucher que servirá como passagem, no caso das empresas que já aderiram ao e-ticket. O viajante deve, então, imprimir este voucher e entregar para o motorista no momento do embarque.

3. Essa tecnologia já foi homologada pela ANTT?

Sim, o e-ticket ou BPe é um documento válido no transporte rodoviário e por isso já está funcionando.

4. É preciso pagar algum valor extra além da passagem?

Não, o uso do e-ticket não implica em preço diferente do praticado na passagem. Além disso, ele funciona do mesmo jeito como uma nota fiscal eletrônica, ou seja, sua emissão é gratuita.

5. O passageiro deve encaminhar-se até o guichê na rodoviária antes de embarcar?

Não, usando o e-ticket o passageiro imprime a passagem em casa e embarca direto no ônibus.

6. O passageiro precisa apresentar algum documento ao embarcar?

Sim, o motorista do ônibus deverá pedir que o passageiro apresente um documento com foto (o mesmo utilizado na hora da compra). além do e-ticket. Para crianças com menos de 16 anos, é necessário viajar com maior de idade e com posse de um documento com foto. No caso de viagem com pessoas que não tenham parentesco de até 2º, o responsável deve apresentar uma autorização assinada pelos responsáveis e registrada em cartório.

7. Para que serve a linha pontilhada no e-ticket?

Essa linha serve para destacar o documento: o lado esquerdo é a via do passageiro e o direito fica com o motorista.

8. Ocorreu um erro na leitura do QR Code. O que fazer?

Em caso de erro de leitura, o motorista sempre tem a opção de digitar um dado do passageiro, como nome ou documento, e assim encontrar os dados necessários para o embarque.

9. É possível cancelar a passagem comprada através do e-ticket?

Sim, aqui o passageiro continua seguindo as mesmas regras de cancelamento das passagens emitidas normalmente, observando os prazos e requisitos de cancelamento de passagem específicos para cada empresa de ônibus.

10. E se o passageiro quiser remarcar o horário da passagem, é possível?

O passageiro deve entrar em contato diretamente com a empresa de ônibus com a qual fará a viagem, com no mínimo 3 horas de antecedência.

11. O passageiro pode revender ou repassar a passagem?

Não, a passagem é pessoal e intransferível.

Histórico do e-ticket

01/01/2019: A ampliação e obrigatoriedadeDiversos estados começam a tornar obrigatório o uso do BP-e e cada vez mais empresas de ônibus estão se adaptando à nova tecnologia, cujo processo é muito semelhante ao da Nota Fiscal Eletrônica.
16/01/2018: O primeiro e-ticket rodoviárioO primeiro bilhete de passagem eletrônico foi emitido por meio do novo sistema em 16 de janeiro, pela empresa Solimões Transportes de Passageiros e Cargas Ltda., do grupo Eucatur, em Dourados, com destino a Cascavel (PR).
07/04/2017: A aprovaçãoO Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ) em conjunto com o Secretário da Receita Federal do Brasil institui o Bilhete de Passagem Eletrônico, aprovado em 07 de abril de 2017 por meio do ajuste SINIEF 01/17, visando a versatilidade do serviço.
Ano de 2007: O início do projetoA Secretaria de Estado de Fazenda inicia um projeto de modernização do fisco por meio da nota fiscal eletrônica.  Na verdade, o momento marcou a modernização dos processos de compra, reduzindo filas nos guichês, proporcionando agilidade e segurança, sem mencionar a colaboração com o meio ambiente na redução do uso do papel.

e_ticket
Ainda com dúvidas? Por favor deixe seu comentário. Nós iremos te ajudar.

Relacionados:

Dica CheckMyBusDicas de praias incriveis para viajar de ônibus Lista de destinos baratos com areias brancas e praias incríveis para curtir suas férias. As melhores dicas do local e de como chegar de ônibus.

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *