A CheckMyBus desvenda o e-ticket rodoviário!

BP-e ou e-ticket rodoviárioAgora, como em um último estágio da modernidade, as passagens de papel estão dando lugar à passagem digital, também chamada de BP-e (bilhete de passagem eletrônico) ou e-ticket rodoviário. Uma importante evolução do mercado. Por isso decidimos reunir aqui, todas as informações necessárias sobre o e-ticket, como por exemplo o funcionamento, um breve histórico e as perguntas frequentes.

E não é só isso, iremos te atualizar com as novidades do mercado rodoviário. Em nossas últimas notícias, logo abaixo:

Mercedes-Benz informa sobre o volume de vendas de ônibus em 201907/01/2020: Mercedes-Benz informa sobre o volume de vendas de ônibus em 2019
17/12/2019: Grupo Guanabara inaugura Sala VIP no RJ17/12/2019: Grupo Guanabara inaugura Sala VIP no RJ
09/12/2019: Aumento na venda de passagens no fim do ano09/12/2019: Aumento na venda de passagens no fim do ano

Mas como funciona o e-ticket?

Primeiro vimos a modernização das frotas de ônibus intermunicipais: wi-fi, tomadas, salas de reunião, poltronas confortáveis, ônibus que poluem menos. Ar condicionado, exibição de filmes e banheiros deixaram de ser novidade e passaram a integrar o time “básico” pelos passageiros. Agora, as compras de passagens passaram a ser feitas online e não somente no antigo guichê da rodoviária.

Código QR
É mais fácil do que parece. Você já está acostumado a usar o seu smartphone ou tablet para navegar na internet, chamar o Uber e fazer compras online. Agora também vai poder usá-lo quando quiser cair na estrada. O e-ticket rodoviário nada mais é do que a passagem de ônibus convencional, mas no formato eletrônico. Para emitir seu e-ticket, depois de achar a melhor opção em CheckMyBus, você se cadastra no site ou aplicativo onde você fará a compra da sua passagem. Preenchendo seus dados pessoais e bancários, você garante maior agilidade para toda vez que for emitir um novo. Depois de cadastrado, é só selecionar a data, destino e a forma de pagamento. Após a confirmação do pagamento, você receberá o seu e-ticket, direto em seu e-mail. Agora é só apresentá-lo na tela do seu celular para o motorista do ônibus na hora de embarcar junto com um documento com foto! Duas grandes vantagens são, sem dúvida, a rapidez no embarque e a ajuda ao meio ambiente: esperar na fila para comprar a passagem e amontoar um monte de papel dos bilhetes de passagem no bolso ficaram no passado! Se você ainda está inseguro, pense que isso já funciona normalmente quando compramos um vôo pela internet. Note que as empresas de ônibus estão aderindo a esse novo modelo de embarque gradativamente.

Confira abaixo as perguntas mais frequentes sobre o tema ou nos deixe um comentário, nós estamos aqui para ajudar!

Ou se você já utilizou o e-ticket, conte nos sua experiência!

deixar uma mensagem

e_ticket

Últimas notícias

07/01/2020: Mercedes-Benz informa sobre o volume de vendas de ônibus em 2019Em nota a imprensa nesta primeira segunda-feira do ano, a Mercedes-Benz informou que em 2019 o volume de vendas de ônibus no Brasil foi em torno de 50% maior que em 2018.
O mercado de urbanos foi novamente o destaque com 45% de crescimento em relação ao ano de 2018. No de rodoviários, o crescimento foi de 12%, com 2.020 unidades em 2019 frente a 1.800 unidades do mesmo período no ano anterior. Em nota, o vice-presidente de Vendas e Marketing de Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, Roberto Leoncini disse que:
“Além do foco em conforto e segurança para os passageiros, nosso time está totalmente dedicado a apoiar os clientes na redução do consumo de combustível e de custos operacionais, contribuindo para a eficiência e a rentabilidade de seus negócios”, Leoncini ainda afirma que a Mercedes-Benz continua sempre inovando para sustentar sua liderança histórica nas vendas de ônibus no Brasil.
17/12/2019: Grupo Guanabara inaugura Sala VIP no RJO Grupo Guanabara informou que irá inaugurar uma nova Sala VIP na rodoviária do Rio de Janeiro. O novo espaço passa a funcionar a partir de quinta-feira, 19 de dezembro de 2019. Além de tranquilidade e aconchego, o passageiro terá ainda opções de assistir filmes em seu próprio aparelho celular ou tablet pela wifi local. Totens automatizados serão disponibilizados para consultas a destinos atendidos, dúvidas comuns ou a impressão do BP-e ou o e-ticket rodoviário
9/12/2019: Aumento na venda de passagens no fim do anoO movimento na rodoviárias já estao bastante intenso por causa das festas de fim de ano. O levantamento prevê aumento de mais de 50% na venda de passagens. Os destinos mais procurados a partir de São Paulo são as capitais Curitiba, Goiânia, Belo Horizonte e Rio de Janeiro e também as regiões Norte e Nordeste. A facilidade se dá também pela obrigatoriedade do e-ticket rodoviário em grande parte do território brasileiro.
19/11/2019: Transformação digital: A Venda EmbarcadaAs empresas de transporte rodoviário utilizam plataformas como a TotalBUS, que desenvolve soluções que facilitam a vida dos passageiros. Essa plataforma disponibiliza a emissão do e-ticket rodoviário em todos os canais de venda: rodoviárias, internet, celulares e também a venda embarcada- que é a emissão eletrônica da passagem dentro do próprio ônibus com um equipamento móvel. Todas essas novas soluções estaremos divulgando aqui, em nossas páginas.

Histórico do e-ticket

01/01/2019: A ampliação e obrigatoriedadeDiversos estados começam a tornar obrigatório o uso do BP-e também para transportes aquaviários e ferroviários, além do transporte rodoviário. Cada vez mais empresas de ônibus estão se adaptando à nova tecnologia, cujo processo é muito semelhante ao da Nota Fiscal Eletrônica, utilizada pelas empresas de forma obrigatória na maioria das unidades federadas do país, facilitando ainda mais essa integração.
16/01/2018: O primeiro e-ticket rodoviárioO primeiro bilhete de passagem eletrônico foi emitido por meio do novo sistema em 16 de janeiro, pela empresa Solimões Transportes de Passageiros e Cargas Ltda., do grupo Eucatur, em Dourados, com destino a Cascavel (PR). Mato Grosso do Sul se tornou o primeiro Estado brasileiro a emitir o BP-e. Outras empresas como a Gontijo, Ouro e Prata e Andorinha logo depois implementaram a nova tecnologia aos seus sistemas de compra de passagem online.
07/04/2017: A aprovaçãoO Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ) em conjunto com o Secretário da Receita Federal do Brasil institui o Bilhete de Passagem Eletrônico, aprovado em 07 de abril de 2017 por meio do ajuste SINIEF 01/17, visando a versatilidade do serviço. A partir da solicitação online do passageiro, a empresa encaminha o pedido ao Sefaz, que gera o bilhete do usuário e pode então imprimí-lo em uma folha ou baixar pelo celular.
Ano de 2007: O início do projetoA Secretaria de Estado de Fazenda inicia um projeto de modernização do fisco por meio da nota fiscal eletrônica. No setor rodoviário, o documento fiscal eletrônico instituído substituiu os bilhetes de passagem de papel e as notas expedidas pelo emissor de cupom fiscal (ECF). O momento marcou a modernização dos processos de compra, reduzindo filas nos guichês, proporcionando agilidade e segurança devido à possibilidade de verificação em tempo real da compra realizada, sem mencionar a colaboração com o meio ambiente na redução do uso do papel.

Perguntas frequentes

1. O que é o e-ticket?

O e-ticket, também chamado Bilhete de Passagem Eletrônico ou BPe, é o bilhete eletrônico que permite o embarque direto no ônibus rodoviário. Antes dele o passageiro só poderia embarcar no ônibus com a passagem impressa pela empresa de ônibus em uma impressora fiscal, emitida no guichê da companhia de ônibus. Ou seja, o passageiro tinha que passar no guichê da empresa de ônibus para retirar a passagem. Usando agora o e-ticket o passageiro pode imprimir a passagem em casa e embarcar direto no ônibus, facilitando a experiência do usuário.

2. Como funciona o e-ticket?

É muito simples: após a compra no site ou aplicativo da CheckMyBus e parceiros, o passageiro receberá um e-mail com a confirmação de compra e o voucher que servirá como passagem, no caso das empresas que já aderiram ao e-ticket. O viajante deve, então, imprimir este voucher e entregar para o motorista no momento do embarque.

3. Essa tecnologia já foi homologada pela ANTT?

Sim, o e-ticket ou BPe é um documento válido no transporte rodoviário e por isso já está funcionando.

4. É preciso pagar algum valor extra além da passagem?

Não, o uso do e-ticket não implica em preço diferente do praticado na passagem. Ele funciona do mesmo jeito como uma nota fiscal eletrônica, ou seja, sua emissão é gratuita.

5. O passageiro deve encaminhar-se até o guichê na rodoviária antes de embarcar?

Não, usando o e-ticket o passageiro imprime a passagem em casa e embarca direto no ônibus.

6. O passageiro precisa apresentar algum documento ao embarcar?

Sim, o motorista do ônibus deverá pedir que o passageiro apresente um documento com foto (o mesmo utilizado na hora da compra). além do e-ticket. Para crianças com menos de 16 anos, é necessário viajar com maior de idade e com posse de um documento com foto. No caso de viagem com pessoas que não tenham parentesco de até 2º, o responsável deve apresentar uma autorização assinada pelos responsáveis e registrada em cartório.

7. Para que serve a linha pontilhada no e-ticket?

Essa linha serve para destacar o documento: o lado esquerdo é a via do passageiro e o direito fica com o motorista.

8. Ocorreu um erro na leitura do QR Code. O que fazer?

Em caso de erro de leitura, o motorista sempre tem a opção de digitar um dado do passageiro, como nome ou documento, e assim encontrar os dados necessários para o embarque.

9. É possível cancelar a passagem comprada através do e-ticket?

Sim, aqui o passageiro continua seguindo as mesmas regras de cancelamento das passagens emitidas normalmente, observando os prazos e requisitos de cancelamento de passagem específicos para cada empresa de ônibus.

10. E se o passageiro quiser remarcar o horário da passagem, é possível?

O passageiro deve entrar em contato diretamente com a empresa de ônibus com a qual fará a viagem, com no mínimo 3 horas de antecedência.

11. O passageiro pode revender ou repassar a passagem?

Não, a passagem é pessoal e intransferível.

Ainda com dúvidas? Por favor deixe seu comentário. Nós iremos te ajudar.

Rotas que já disponibilizam o sistema

São Paulo para Rio de JaneiroSão Paulo ↔ Rio de Janeiro
São Paulo para S. José do Rio PretSão Paulo ↔ S. José do Rio Preto
Goiânia para São PauloGoiânia ↔ São Paulo
Maringá para São PauloMaringá ↔ São Paulo
Macaé para São PauloMacaé ↔ São Paulo
Florianópolis para São PauloFlorianópolis ↔ São Paulo
Vitória para São PauloVitória ↔ São Paulo

Relacionados:

 
Dica CheckMyBusDicas de praias incriveis para viajar de ônibus Lista de destinos baratos com areias brancas e praias incríveis para curtir suas férias. As melhores dicas do local e de como chegar de ônibus.

3 Comentários em “Tudo sobre o e-ticket rodoviário

    1. Olá Ana, bom dia.
      Obrigada pelo seu feedback. Ficaremos aguardando suas novidades para sabermos como foi sua experiência com o e-ticket!
      Boas férias!
      Obrigada por sua mensagem!
      CheckMyBus – Serviço de atendimento ao cliente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *